Usuários on line

domingo, 8 de agosto de 2010

PAI UM SANTO REMEDIO


APRESENTAÇÃO
- PAI vem em embalagem de diversos tamanhos e pesos.

USO
- Adulto e pediátrico.

COMPOSIÇÃO
- Cada 100 g  de PAI possui em média:
10 g de carinho;
10 g de compreensão;
10 g de sinceridade;
10 g de paciência;
10  g de mesada;
0,0003 g de broncas e
50 g  de muito amor com firmeza.

PRAZO DE VALIDADE
 - PAI tem prazo de validade indeterminado.

INDICAÇÕES
- Recomenda-se o uso de PAI caso sejam verificados sintomas como:
mau humor;
brigas com o(a) namorado(a);
decisões importantes;
dúvidas cruéis;
falta de grana;
carência afetiva;
falta de carro;
baixo astral.

CONTRA INDICAÇÕES
- PAl não deve ser administrado em caso de notas baixas.

PRECAUÇÕES
- este produto pode causar dependência.
Cuidados na interrupção do tratamento (principalmente nas férias).
 O uso prolongado de PAI, às vezes parece prejudicial, pode interromper bruscamente o tratamento, inclusive por motivos de viagens.
Os primeiros dias de ausência do PAI parecem maravilhosos, mais crises agudas são freqüentemente detectadas.
Volte logo ao uso.

POSOLOGIA:
CRIANÇAS E ADOLESCENTES
- Use e abuse do PAI. Quanto mais usar, melhor.

ADULTOS
- Não fique acanhado", não é vergonha nenhuma usar o PAI depois de crescido.

E lembre-se:

"PAl é como pijama. Quanto mais velhinho, mais macio fica".

ESTE MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO BEM AO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
Siga corretamente o modo de usar.
Não desaparecendo os sintomas, procure orientação da SUA MÃE!

Autor: Antonio C. Gerson Rissin
Recebido por email de Jane Rebello

Nenhum comentário:

Postar um comentário